Como o covid-19 afetou a arquitetura?

Assim como praticamente todos os eventos ao redor do mundo nos países que foram afetados pelo covid-19, a 17 Bienal da de Veneza foi cancelada. A Bienal da de Veneza é praticamente o maior evento de arquitetura do mundo, e isso reflete como a crise tem afetado a arquitetura e tantas outras profissões. 

O setor imobiliário sofre e arquitetura como parte do setor, sofre junto

Nos momentos de crises as incertezas pairam a vida de todos, e quando isso acontece o movimento que costuma acontecer é cada um buscar a sua segurança conforme o que acha necessário. Quando um pessoa pensa em comprar um imóvel, construir, ou reformar, ela precisa, essencialmente, de segurança financeira, pois quando isso não ocorre, mesmo sua condição possibilitando, ela se retrairá, e é isso que está ocorrendo na crise: muitos estão esperando as incertezas passarem para que possam realizar determinado, como a

O setor imobiliário ao redor do mundo concentra baixas significativas nas vendas de imóveis, e no Brasil estimasse que as vendas tenham caído mais de 40%. E lidar com esse fator é algo extremamente complicado. Nesse momento a arquitetura começa enfrentar grandes problemas, pois se menos imóveis são vendidos, há menos trabalho também. 

Covid-19 e os impactos ao redor do mundo

Em países como a China e Portugal, balanços foram divulgados apontando uma queda de mais de 30% nas vendas de imóveis, isso é algo comum, pois de ante das incertezas geradas pela crise as pessoas preferem guardar o seu dinheiro e evitar financiamentos longos para que não acabem passando por dificuldades durante eventualidades que possam ocorrer. Esse movimento pode ser sentido em muitos ramos da economia, pois assim como comprar um imóvel envolve altos custos, comprar um veículo também envolve, e esse é um outro ramo que começa a sentir os impactos da crise causada pelo covid-19.

Covid-19 e os impactos no Brasil

No Brasil a percepção de grande parte dos profissionais do setor imobiliário é a de que houve um grande aumento no número de cancelamento de negociações, clientes anunciando que pretendem esperar alguns meses para que possam dar continuidade na compra do imóvel, e isso tudo é um movimento normal diante dos problemas enfrentados durante essa crise. As incertezas funcionam como carro chefe, e vão direcionando as atitudes de grande parte das pessoas que não se comportaram de forma alheia ao que está acontecendo ao redor de nosso mundo. 

Buscar uma fuga é necessário para o arquiteto

O arquiteto precisa por meios para que consiga se manter ativo em sua profissão. A crise não durará para sempre, por isso é muito importante que busque se manter firme nesses tempos.

O marketing digital sempre será a melhor saída, não só pela crise, como também por todos os fatores que envolvem a venda de serviços. Conseguir chegar ao cliente é necessário, bem como expor os seus serviços, tudo que envolve o setor imobiliário é extremamente visual, o cliente precisa ver e imaginar; e quando você engenheiro, arquiteto e designer de interiores, faz o seu marketing, possui presença digital, você passa a ter um vitrine para conseguir mostrar o seu produto. 

Aprenda com quem está fazendo certo

Outro fator importante no momento de direcionar a forma como você rege a sua profissão é observar os acertos tanto seus, quanto dos outros, para que você consiga ter um parâmetro de como agir perante determinada situações. Infelizmente essa crise nos deus vastos exemplos do que não fazer, e nos mostrou a necessidade que o mundo digital possui para qualquer negócio. Mas quando você observa empresas que conseguem gerar a sua expansão, com investimento seguro, adequado, bem canalizado em seu marketing, a exemplo de empresas como a Reforma Engenharia, que tem se expandido no mundo digital, e cada vez fica mais fácil encontra-la, assim você irá conseguir crescer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *