Autoterapia: Veja como Cozinhar pode se tornar uma terapia

A mudança de rotina imposta pela pandemia do novo coronavírus tem gerado alguns aprendizados, mesmo que, por vezes, um pouco forçados. Ir para cozinha preparar as próprias refeições é um deles.

Muitos se viram nessa necessidade pelo alto custo de se manter pedidos diários por delivery, mas também para garantir melhor qualidade das refeições, que são, inclusive, reforço para o sistema imunológico.

a própria comida proporciona diversos benefícios como escolher alimentos mais frescos, selecionar ingredientes saudáveis, realizar a higienização correta dos alimentos, controlar o uso de gordura e sal nas preparações e garantir uso de alimentos dentro do prazo de validade.

Além disso, o ato de cozinhar pode funcionar como autoterapia, principalmente para os mais ansiosos, pois ajuda a manter o foco no preparo e favorece, ao menos temporariamente, o “esquecimento” dos problemas.

Em conversa com uma cliente que me procurou para tratamento de depressão com a hipnoterapia, por exemplo, ela me disse que tinha aprendido fazer pães caseiros e que isso estava ajudando-a a tirar o foco da doença.

Tenho recebido muitos feedbacks positivos de clientes que não tinham tanta intimidade com a cozinha e habilidades para cozinhar, e descobriram um novo hobby.

Um dos casos é o do Vinicius, designer gráfico, que mora sozinho e sempre comeu muito na rua, mas por conta da pandemia tem se aventurado na cozinha.

Segundo ele, “antes, cozinhar era uma obrigação”, e que hoje ele tem muito prazer em realizar essa atividade. Com intuito de emagrecer e cuidar da saúde, o Vinicius começou a regrar a alimentação e praticar mais exercícios no início do ano, antes mesmo do isolamento social causado da pandemia, e, apesar de tudo, ficar mais em casa significou para ele uma mudança de rotina saudável e de descobertas.

“Não seria tão feliz se tivesse alguém preparando minha comida”, relata o designer.

Aprender algo novo funciona como porque faz com que a pessoa se conecte ao momento presente, deixando o passado e o futuro de lado.

Estar completamente desperto e consciente do momento presente enquanto realiza qualquer tipo de tarefa, seja cozinhar, lavar a louça, caminhar ou trabalhar, traz imediata sensação de bem-estar.

Essa prática é conhecida como mindfulness ou atenção plena, um tipo de meditação que ajuda a reencontrar o equilíbrio físico, mental e emocional, e a se libertar das pressões do dia a dia.

Busque sempre se conectar ao momento presente. Se estiver na cozinha procure se entregar com boa vontade e não se esqueça de colocar aquele tempero especial, o amor, para que as preparações fiquem mais saborosas.

Caso seja iniciante, é normal queimar um ou outro bolo, um pão caseiro, mas, faz parte. Aproveite para aprender e se divertir no processo.

Por Thomaz Barcellos é hipnoterapeuta formado pelo maior instituto de hipnose do mundo (OMNI) e pós-graduando em medicina chinesa e acupuntura pela ABACO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *