Emagrecer no inverno: Dicas para vencer os “sabotadores” da estação

‘O problema do inverno está no estado emocional que essa estação nos proporciona e não nas comidas mais calóricas da época’, destaca a profissional, que já foi atleta fitness e teve compulsão alimentar.

Basta as temperaturas começarem a baixar que já costumamos ouvir a famosa desculpa “Eu não consigo emagrecer e fazer ”.

O friozinho, a preguiça, e a variedade de comidas e bebidas que nos ajudam a aquecer o coração são alguns dos fatores apresentados por quem argumenta que é impossível entre junho e setembro, especialmente em julho, o mês das férias.

Porém, a coach de inteligência emocional e emagrecimento Elaine Rodrigues listou uma série de dicas que nos ajudam a eliminar qualquer sabotador para a vida saudável.

“Dizer ‘eu não consigo’ já é uma crença sabotadora em qualquer aspecto. Se você acreditar que consegue, isso se torna viável em qualquer época do ano”, explica a profissional, que completa: “O maior problema do inverno em relação ao ganho de peso não está nas comidas mais calóricas dessa época, mas sim no estado emocional que estação nos proporciona e a maioria de nós sequer percebe.

O primeiro passo para lutar contra os sabotadores do inverno é entender o motivo deles acontecerem.

Sabendo disso você tem armas para o combate. Uma vez que você entendeu o que sua mente te fala, agora faça o dialogo oposto e mostra pra ela que quem manda é você!”.

Elaine explica que o primeiro termo que devemos eliminar de nossa mente é o ‘comidas de inverno’.

Para a coach, isso é uma crença que foi colocada na mente das pessoas, e pode dificultar o cuidado com a saúde: “Esses alimentos sempre existiram em qualquer estação do ano, por tanto as calorias não aumentam.

Eles são mais desejados por conta do aquecimento, da sensação de bem-estar, de preenchimento.

Geralmente são alimentos ricos em carboidrato e açúcar o que facilita demais o ganho de peso, especialmente porque são ingeridos com mais frequência nessa época do ano uma vez que ficamos mais em casa.”

Sopas e chás podem ser uma boa solução, mas cuidado!

Se a ideia é aquecer, Elaine Rodrigues aponta as sopas e chás como excelentes opções saudáveis para o inverno.

Os chás, inclusive, especialmente os termogênicos e diuréticos, podem ser os melhores amigos para o combate ao aumento de peso.

Porém, quanto às sopas e caldinhos, a coach dá um aviso: “Eles podem ser uma faca de dois gumes.

Te ajudam sim, mas a maioria é rica em carboidrato então cuidado com a quantidade.

Por não ser um alimento sólido, é possível que se coma uma quantidade maior do que a necessária simplesmente pelo prazer e facilidade de ingestão, e muitas vezes não dá uma sensação de saciedade rápida e pode atrapalhar. Coma sempre uma proteína antes ou junto.”

Quanto aos outros alimentos tentadores e que trazem conforto no ‘friozinho’, Elaine aconselha: “mantenha sua alimentação normal dentro de casa. Não compre os ‘itens de inverno’, não compre as exceções.

Deixe para se fartar com as exceções quando sair com seu amor, seus amigos, quando for às festas de inverno e casa de familiares. Mas mantenha na sua casa e na sua rotina a alimentação normal.”

Como fugir da vilã do inverno: a preguiça

Elaine Rodrigues reconhece que a ‘preguiça’ pode ser uma grandesabotadora no inverno.

A coach aconselha que todos mantenham sua rotina de horários, isso pode ajudar, especialmente para quem tem tendência a procrastinar situações.

“Se você está costumado a fazer sua atividade física de manhã, então levante, coloque sua roupa de treino e o tênis. Sua vestimenta é um gatilho para que seu cérebro entenda que é hora de se exercitar.

Se for a tarde ou a noite troque de roupa uma hora antes de ir treinar para que tenha o mesmo estímulo.

Se você é acostumado a tomar termogênico, pré treino, ou faz alguma refeição específica para seu pré treino, então mantenha, isso vai te ajudar a dizer para seu sabotador: ó já fiz agora vou ter que ir”, explica a coach

Férias com as crianças também pode ser um sabotador

Para as mamães e papais, que estão com filhos em casa no mês de julho, Elaine Rodrigues já avisa: “será uma luta dobrada manter o foco”.

Porém, a coach dá a dica: “Seus filhos seguem os exemplos dos pais, se tiver uma alimentação e hábitos saudáveis a tendência de eles seguirem os exemplos é muito forte.

As crianças não prestam atenção no que os pais falam mas sim no que eles fazem.

Por tanto não coloque a responsabilidade do aumento de peso nos seus filhos, a responsabilidade é sua e o exemplo tem que ser seus

Por Elaine Nogueira Rodrigues é Coach Especialista Emocional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *