Inverno X Pandemia: Agora mais do que nunca é preciso cuidar da imunidade

Especialista em saúde da família dá dicas de alimentos e suplementos para fortalecer o sistema imunológico

Uma alimentação balanceada fornece todos dos nutrientes essenciais para manter a saúde em dia.

Segundo a nutricionista, especialista em nutrição clínica e saúde da família, e diretora técnica do Nina Nutri Alimentos Saudáveis, Priscila Freiberger, com o passar dos anos, o organismo pode apresentar dificuldades para absorver vitaminas e mineiras.

“Nos exames anuais, é importante analisar os níveis dessas substâncias no organismo, para avaliar se a absorção está adequada para manter o corpo em equilíbrio”, explica.

A da COVID-19 trouxe uma preocupação maior com a , ainda mais nos meses do inverno, que as infecções respiratórias acontecem com maior frequência.

Um estudo de cientistas da Universidade de Turim, na Itália, constatou que muitos pacientes internados por conta do novo coronavírus apresentavam baixos níveis de no organismo, levantando uma preocupação maior sobre a influência dessa e outras vitaminas no nosso sistema imunológico.

“Não existe uma vitamina ou suplemento que impeça o contágio do coronavírus, mas tanto nessa como nas demais doenças, quando a imunidade está mais forte, a resposta à doença é melhor”, explica a nutricionista.

Confira as dicas da especialista para manter-se fortalecido com a ingestão de vitaminas e minerais:

Vitamina D

O nutriente está ligado ao aumento da força, função e equilíbrio musculares, e estudos sugerem que a vitamina D talvez ofereça proteção contra vários tipos de câncer, esclerose múltipla e doença de Parkinson.

Ela pode ser produzida no organismo pela ação da luz solar em contato com a pele.

Em média duas horas de exposição por semana já garante que o corpo consiga sintetizar a quantidade adequada da vitamina.

A suplementação é indicada quando o indivíduo não consegue se expor ao sol e não consome alimentos fonte da vitamina D, como sardinha, gema de ovo, queijos, bife de fígado;

Ajuda na ação antioxidante e contribui no combate aos radicais livres, estruturas responsáveis pelo envelhecimento das células.

Ela pode ser encontrada em frutas como abacaxi, laranja, acerola, goiaba, limão, tangerina, morango, caju e kiwi, e nos legumes e verduras, como pimentão, rúcula, alho, cebola, tomate, agrião e alface, além de comprimidos efervescentes, suplementos e complexos vitamínicos;

Omega-3

Muito conhecido por combater a baixa imunidade e estimular o pleno funcionamento do sistema nervoso e imunológico, além de proteger a saúde cardiovascular.

A principal fonte natural são os peixes, como salmão, atum, sardinha, truta e cavala;

São formados por bactérias que existem naturalmente no intestino humano e atuam de forma benéfica.

A ingestão de probióticos combate os agentes patológicos, protege o organismo, além de auxiliar o processo de digestão, já que 70% da saúde do sistema imunológico é controlada pelo sistema gastrointestinal.

O kefir de água ou de leite, por exemplo, é um probiótico natural.

Priscila lembra que manter uma alimentação variada, com o consumo de frutas, verduras, bons carboidratos e proteínas, além de controlar o estresse e dormir bem são essenciais para manter a saúde em dia.

“É importante consultar o médico periodicamente para avaliar o bom funcionamento do organismo e analisar a necessidade de ajustes de vitaminas e mineiras no corpo”, finaliza.

Por Nina Nutri Alimentos Saudáveis: Sob a curadoria da nutricionista Priscila Freiberger, especialista em nutrição clínica e saúde da família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *