Leite e derivados: Uma fonte barata de proteína, versátil e pode ser associado a vários outros alimentos

Se este ano você está empenhado em cumprir aquela tradicional promessa de ano novo, que é emagrecer e melhorar sua alimentação, não se aflija, a tarefa não é tão difícil assim e você pode contar com que serão grandes aliados neste processo.

Um deles é o . É o que explica a nutricionista Amanda Cristina Motter, convidada pelo Grupo Marajoara Laticínios, para dar algumas dicas e orientações nutricionais que serão divulgadas no portal da marca.

A nutricionista explica que o leite e seus derivados são sim grandes aliados nessa melhoria dos hábitos alimentares, visando um processo de emagrecimento saudável, pois além de uma fonte muito acessível de , é um alimento versátil que pode ser associado a vários outros e compõe uma infinidade de receitas.

“O são fontes proteicas muito boas para as pequenas refeições, como lanches e café da manhã, e por isso auxiliam também na saciedade, juntamente com as fibras presentes nas frutas”, destaca Amanda Cristina Motter, lembrando ainda que além de fonte de proteína, o são ricos em alguns nutrientes muito importantes, como a vitamina A e o cálcio. 

Os leites desnatados ou semidesnatados, com teor reduzido de gordura saturada, segundo explica a nutricionista, são ótimas opções para quem está nesse processo de redução de peso ou precisa reduzir o colesterol da alimentação.

“O leite semidesnatado ou desnatado, além de menos calorias, conforme a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO), possui uma maior concentração de proteínas e cálcio”, informa a nutricionista.

Mais motivação

Sobre esse apelo maior em querer entrar em forma que as pessoas sentem em janeiro, a especialista diz que qualquer incentivo para se seguir um estilo de vida saudável é sempre bem vindo, mas ela destaca que o importante é traçar metas alcançáveis e fazer com que essa motivação não dure apenas um ou dois meses.   

“Em janeiro as pessoas costumam se motivar mais para realizar mudanças de hábito de forma geral, emagrecer, melhorar alimentação, iniciar uma atividade física, estudar novas áreas.

É importante aproveitar esse momento de motivação, porém o que é preciso mesmo é definir metas possíveis e manter a constância desses novos planos”

A nutricionista explica ainda que se você é daqueles que não faz atividade física há 10 anos, precisa emagrecer 10 quilos, se alimenta em restaurantes há anos e não sabe cozinhar nada” não faz sentido algum estabelecer uma meta de um ou dois meses, para perder tudo que precisa. 

“Fazer sua própria comida todos os dias e ir pra academia 5 vezes por semana, fazer no mínimo duas horas de treino.

Uma pessoa não acostumada com esse ritmo não aguenta tantas mudanças repentinas, e ao invés de combater a obesidade, essa pessoa terá outros problemas de saúde”, sugere a nutricionista. 

A orientação de Amanda Cristina é que a pessoa que não tem uma rotina de atividade física e não havia iniciado um processo de emagrecimento comece aos poucos, traçando metas semanais, mensais.

“Comece devagar, sinta como o seu corpo se comporta e vá avançando gradualmente na atividade física e na mudança de hábitos alimentares. Com o tempo você manterá seus novos hábitos por anos e de forma natural”, diz.

Sem sofrimento

E para quem está pensando em perder peso, mas já está torcendo o nariz para as dietas que terá que fazer, a nutricionista Amanda Cristina esclarece que ter refeições mais leves e menos calóricas não significa, necessariamente, se privar de tudo que se acha gostoso. 

Segundo a nutricionista, a alimentação saudável baseia-se na quantidade e qualidade de alimentos, e em horários para comer bem definidos e numa maior frequência das refeições.

“A pessoa só precisa aprender a balancear, saber a quantidade que é saudável para ela. Não consegue ficar sem um docinho? Seus exames laboratoriais demonstram que sua saúde no geral vai bem? Então não tem problema comer este doce uma vez por semana ou em pequenas porções após o almoço.

Além do mais, existem várias opções de doces saudáveis como as frutas e o chocolate amargo. Com ajuda de um profissional da nutrição você consegue sim montar um cardápio balanceado, com poucas restrições e muito saboroso”, afirma a especialista.

E para ajudar ainda mais no seu projeto de emagrecimento 2021, a nutricionista Amanda Cristina Motter, que é especialista em Nutrição Clínica e Terapia Nutricional, traz duas receitas fáceis, que levam leite ou algum derivado, e que garantem qualidade nutritiva, saciedade e sabor. Confira:

Vitamina de frutas

Para quem não gosta do leite puro, ou deseja variar o café com leite na refeição matutina, ou ainda evitar os calóricos achocolatados, uma boa opção são as vitaminas de frutas com cereais e leite desnatado.

Ingredientes:

1 copo de leite desnatado Marajoara
2 colheres de sopa de mistura de cereais de sua preferência (aveia em flocos finos, farelo de trigo, semente de chia e linhaça)
1 banana
Morangos a gosto
Uvas passas brancas a gosto para adoçar

Modo de preparo:

Bata todos os ingredientes no liquidificador. Sirva em um copo.

Patê de ricota

Outra opção, desta vez para o lanche da tarde, pode ser um patê de ricota que adicionado em pães integrais também compõe uma pequena refeição completa e saudável. Segue receita.

Ingredientes:

1 ricota
1 tomate
1 colher de sopa de requeijão ou creme de leite
Cenoura, abobrinha a gosto
Azeite a gosto
Temperos naturais a gosto (orégano, cheiro verde, pimenta, alecrim, manjerição…)

Modo de preparo:

Congele a ricota. Corte o tomate com as sementes em pedaços pequenos. Retire a ricota da embalagem. Após congelada, ela irá se despedaçar.

Acrescente o requeijão ou o creme de leite, o azeite, o tomate picado e os temperos naturais.

Rale a cenoura e abobrinha em ralo fino sobre a mistura. Misture tudo, se precisar acrescente mais azeite ou requeijão para umedecer. Está pronto para servir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *