Lingerie de renda: Saiba como usar no dia a dia e cuidados específicos

Há alguns anos, o conforto tornou-se uma das maiores referências na hora de montar o look.

O apreço pelo bem-estar e pela liberdade de movimento também virou fator importante para muitas mulheres durante a escolha da lingerie.

Além de peças sensuais, indicadas para noites especiais, um conjunto de moda íntima de qualidade, ideal para o dia a dia, também salta aos olhos de compradoras de todas as idades.

Com o avanço da tecnologia têxtil, a divisão entre lingerie básica para o cotidiano e peça sexy para momentos especiais tem sua fronteira menos marcada.

Ao passo que alguns cortes e estilos podem realmente ser prejudiciais se usados por muitas horas seguidas – como a calcinha fio-dental -, existem várias formas de valorizar a peça de rotina, tornando-a mais estilosa, indo além de itens simples e sem decoração. 

Uma maneira de incrementar a lingerie do dia a dia é utilizando calcinha de renda.

Entretanto, o material requer alguns cuidados especiais e atenção na hora de escolher a peça indicada para o cotidiano. 

Fatores importantes na lingerie

Se tratando de uma ou qualquer outro tecido, alguns fatores devem ser escolhidos com atenção para garantir o maior conforto ao longo do dia. Dentre os mais importantes estão o tamanho e o corte da peça.

Uma calcinha apertada demais marca e dificulta a circulação sanguínea, enquanto um caimento frouxo não oferecerá sustentação adequada.

Para descobrir o manequim ideal do item, a dica é medir a circunferência da cintura e do quadril para comparar com tabelas de medidas disponíveis em e-commerces de lingerie.

Quanto a modelos para o dia a dia, a tanga é um dos mais procurados. Sendo um corte médio, possui cobertura ideal, sem excesso de tecido. Por outro lado, a caleçon também pode ser indicada.

Semelhante ao corte de um short, o modelo é ideal para mulheres com quadris mais largos, que procuram evitar que a roupa íntima marque sob a calça, saia ou vestido.

A partir desses detalhes básicos, a renda pode ser inserida no item, deixando-o mais elegante e romântico, ideal para quem quer se sentir mais confiante durante o dia. 

Cuidados com a renda

A renda, diferente da malha de algodão e da microfibra, não é o tecido mais indicado para uso constante, por ser um material com excesso de textura, com chances de incomodar ao longo das horas. Essa irritação na região genital pode, a longo prazo, causar alergias e desequilibrar o pH vaginal.

Dessa forma, a solução encontrada por marcas de lingerie para utilizar o tecido popular em mais peças, é sobrepondo-o.

Ou seja, em grande parte dos modelos, a renda está por cima de uma camada de tecido, evitando o contato direto com a vulva.

Para peças feitas integralmente de renda, o ideal é reservá-las para noites especiais e utilizá-las por períodos mais curtos.

Outro aspecto que chama atenção, principalmente em itens que contém maior quantidade do tecido, é sua sensibilidade.

Por isso, recomenda-se que a lavagem da peça seja feita à mão, com água morna – já que temperaturas acima de 40ºC podem danificar o material. Na hora de secar, o ideal é expor a peça ao sol, em locais arejados. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *