Obesidade: 60% da população brasileira está acima do peso

Em 2019, seis em cada dez brasileiros estavam com excesso de peso, segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) do IBGE.

Com pandemia de Covid-19, que obrigou as pessoas a adotar o distanciamento social e a mudar drasticamente os hábitos de vida, esses números podem ter ficado ainda mais preocupantes.

A chegada do verão e a aproximação das férias, no entanto, podem servir como fatores motivador para o resgate dos bons hábitos alimentares e da prática de atividades físicas.

A analista de marketing Jéssica Fontana eliminou 12 quilos nos dois últimos meses de 2020, depois que entrou no programa Afine-se, metodologia focada em promover o emagrecimento de forma integrativa, abordando os aspectos nutricional, social, emocional e atividade física.

Quando a balança chegou em 87,9 quilos, Jéssica começou a fazer o programa de forma intuitiva, apenas seguindo as dicas postadas nas redes sociais do Afine-se. Um mês depois, já com três quilos a menos, ela entrou oficialmente para o Afine-se e eliminou outros 12 quilos.

As calças saíram da numeração 44 para a 40 e peças como o cropped – blusas mais curtas e que deixam a barriga à mostra – passaram a fazer parte do seu guarda-roupa.

“Eu dizia que não gostava de praia, hoje eu amo. Na verdade, eu tinha vergonha de usar biquíni”, relata.

Jéssica afirma que mais gratificante do que o resultado na balança é perceber as mudanças no cotidiano.

“A autoestima melhora 300% quando a gente vê os resultados”, relata, destacando que sua qualidade de vida, de modo geral, também melhorou muito.

“Estou me sentindo muito bem. Hoje acordo descansada, fico muito contente com cada refeição que faço e os legumes e verduras compõem o meu prato favorito”.

Para Patrícia Fraga, estrategista do método Afine-se em Curitiba, é bem comum as pessoas optarem por esperar passar o período de festas de fim de ano para começar um programa de emagrecimento.

“O quanto antes derem início a essa retomada, mais produtivo será esse processo. O Natal e o Ano Novo já passaram, mas para quem não quer encarar o processo de mudança sempre existirão desculpas.

Serão as férias, o Carnaval, a Páscoa e mais um pouco já chegam as festas de fim de ano novamente e a decisão de fazer algo por si mesmo vai sendo adiada”, analisa.

ESTATÍSTICAS

Segundo a PNAD 2019, 61,7% dos brasileiros apresentaram excesso de peso – destes 26,8% foram considerados obesos. “A pandemia piorou ainda mais este cenário porque as pessoas precisaram ficar reclusas em casa, conciliando a vida profissional e doméstica, sem poder ir à academia ou passear no parque”, relata Patrícia.

Um levantamento online feito por um grupo de pesquisadores das áreas de endocrinologia, psicologia e patologia apontou que quatro em cada dez brasileiros engordaram durante a quarentena.

A estrategista ressalta que o verão e o início de um novo ano podem ser favoráveis para a retomada do foco e o resgate da saúde.

“É um momento em que as pessoas têm menos compromissos e mais tempo para se dedicar a uma atividade física e até mesmo para preparar refeições balanceadas e nutritivas”, comenta.

Por AFINE-SE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *