Pedra Na Vesícula e o emagrecimento rápido: Qual a relação?

Woman lying on sofa looking sick in the living room. Beautiful young woman lying on bed and holding hands on her stomach. Woman having painful stomachache on bed, Menstrual period

Primeiro vamos entender que o papel da biliar é coletar e armazenar a bile; que é um líquido amarelo esverdeado produzido pelo fígado para ajudar na digestão dos alimentos, principalmente daqueles que são ricos em gordura.

O problema é que, às vezes, em algumas situações, essa coleta e armazenamento da bile pode acarretar a formação do cálculo biliar, popularmente conhecido como pedra, no interior da vesícula.

Boa parte dessas “pedras” se formam por causa de um desequilíbrio do colesterol na bile, e que acaba formando uma espécie de “areia” que vai se juntando até formarem as pedras.

Se você está em um processo de e já perdeu entre 20 a 30 quilos, se faz necessário investigar a sua vesícula para ver como ela está.” –

Comenta a Dra. Bruna Marisa, médica, especialista em , pós graduada em medicina ortomolecular, com diversos títulos em medicina esportiva e membro da SBEM.

As chances para formação dessas aumentam muito quando a pessoa perde peso rapidamente, principalmente se a pessoa passou por uma cirurgia bariátrica; entre 20 a 25% dos pacientes apresentam esse problema logo nos primeiros seis meses depois da cirurgia – Explica a Dra. Bruna Marisa.

Os riscos de pedra na vesícula aumentam depois da cirurgia pós-bariátrica porque o emagrecimento é bem acentuado e rápido, e o organismo se desequilibra facilmente

Por outro lado, uma dieta com pouca gordura ou a prática de jejum prolongado, segundo especialistas, também podem facilitar a formação de pedras na vesícula.

O tipo de dieta vai depender também da adaptação de cada pessoa e de como ela vai aceitar novos hábitos, mais saudáveis, como um novo estilo de vida. E o acompanhamento médico profissional é indispensável.

“Para quem não emagreceu ainda e quer emagrecer, o ideal é que não seja tão rápido esse processo de emagrecimento, porque isso diminui o risco de ter pedra na vesícula.

O emagrecimento precisa, acima de tudo, ser saudável e duradouro. Afinal, não se trata apenas de emagrecimento, mas de viver uma vida mais saudável, plena e feliz” – Concluiu a Dra. Bruna Marisa.

Por Dra. Bruna Marisa, médica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *