Profissões que não vai mais existir nos próximos 5 anos

Já não é de hoje que vemos a tecnologia transformando o . E no futuro, não tão longe assim, ela deve ser a razão do fim de carreiras e “tradicionais”. 

A automação já é realidade em muitas empresas e o uso de softwares no lugar de seres humanos já é comum em países como Japão e Estados Unidos. Abaixo, a gente listou seis profissões que não vão existir em cinco anos – ou estarem 100% automatizadas. Vem conferir!

Hoje em dia, boa parte dos sistemas computadorizados já pilotam os aviões. Pilotos são necessários na decolagem e no pouso, mas algumas empresas já fazem testes com aeronaves 100% autônomas. 

  1. Anestesista

Recentemente, a Johnson & Johnson desenvolveu um robô que aplica, com sucesso, anestesias em pacientes. Chamado de Sedasys, ele foi testados em clínicas e hospitais, mas sua venda foi suspensa, pois precisa de algumas melhorias. 

  1. Analista de investimento

Desde 2019, 30% das vagas de trabalho nos bancos de investimento da Wall Street deixaram de existir. O motivo não foi somente por conta da digitalização das operações, mas também por conta dos robôs que operam em alta frequência (HTF) e representam mais de 50% das operações diárias do mercado norte-americano de ações. 

  1. Headhunter e recrutador

Aqui os algoritmos da Inteligência Artificial (IA) devem substituir a busca tradicional pelo candidato/currículo perfeito. A busca será feita por meio de avaliação de vídeos, fotos e e-mails enviados por pessoas. 

  1. Assistente jurídico

Assim como no trabalho do Headhunter, aqui a Inteligência Artificial já consegue realizar tarefas de análise de processos e termos jurídicos com precisão. 

  1. Corretores de seguro e analistas de risco

Hoje, o trabalho dos corretores de seguros e dos analistas de risco já pode ser realizado por computadores por meio de Big Data e Machine Learning. Com isso, cotações, cálculos de prêmio e cursos de apólice, por exemplo, pode ser feitos com maior eficiência.

Com informações Catho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *