Quebrando o tabu: empreendedoras conseguem espaço no mercado de trabalho

Márcia Francelino e Maria Aparecida Neves, ex-funcionárias de uma empresa de logística e ex-cabeleireiras, falam de suas trajetórias e como conquistaram o respeito e a confiança dos clientes

Márcia Francelino, 39 anos, trabalha desde os 13. Maria Aparecida Neves, 46 anos, desde os 16. As histórias de vida de ambas se cruzaram em 2010, quando se conheceram numa empresa de logística em que trabalhavam na área de expedição.

Desde então, as amigas começaram a trilhar juntas o caminho que as levaria ao empreendedorismo e a superar desafios e preconceitos.

A mudança da empresa para um local distante fez com que as amigas decidissem sair da companhia. Era o momento de pensar o que fazer e a primeira ideia foi colocada em prática: trabalhar como cabelereiras. Márcia e Cida fizeram um curso e inicialmente atendiam os clientes em casa até abrirem o próprio salão.

Cida lembra que o negócio deu certo por cerca de dois, três anos, porém, a crise iniciada em 2014 fez com que as sócias sentissem as dificuldades de ter um negócio independente, que acabaram fechando.

“Quando tive o salão vi que era complicado, porque tenho filhos, as contas chegam e você depende das pessoas”, diz Márcia, mãe de uma adolescente de 18 anos e de um menino de 10.

Já à procura de novas oportunidades de trabalho, após o Natal de 2017 as amigas e sócias foram convidadas a limpar uma casa de veraneio no litoral Norte de São Paulo.

O convite partiu de Marcos Alves, franqueado UNLIMITED (marca da iGUi que traz um novo conceito de piscina para projetos de alto padrão). Elas mal poderiam imaginar que aquele seria o ponto de partida para uma virada na sua trajetória empreendedora.

O trabalho feito resultou num outro convite, desta vez para conhecer a TRATABEM, franquia de serviços de limpeza e manutenção de piscinas criada pela iGUi – maior rede de piscinas em poliéster reforçado com fibra de vidro (PRFV) do mundo. Em fevereiro de 2018, Márcia e Cida fizeram o treinamento para ingressar na rede, o que ocorreu em maio daquele ano.

O primeiro desafio das novas franqueadas foi fazer a manutenção de uma piscina UNLIMITED instalada na Casacor São Paulo.

Durante três meses, debaixo de sol e de chuva, Márcia e Cida cuidaram da piscina. “Foi um ‘intensivão’, cansativo, mas valeu a pena porque aprendemos tudo o que pode acontecer”, conta Márcia.

Preconceito

Já identificadas com a marca e com o negócio, desde o início, porém, Márcia e Cida perceberam que teriam de enfrentar o preconceito por serem mulheres e exercerem funções normalmente feitas por homens.

“Elas sempre passaram por bastante desprezo e desconforto por serem mulheres e trocarem motor de piscina, por exemplo. Muitos falaram para elas que não daria certo, mas eu digo: elas são vencedoras”, afirma Alves.

Em dezembro de 2018, Márcia e Cida inauguraram sua Loja TRATABEM na altura do km 276 da Rodovia Régis Bittencourt, em Embu das Artes.

Hoje elas têm uma carteira de 40 clientes, realizando todo tipo de serviço de manutenção e limpeza de piscinas, como instalação de motores, decantação e tratamento químico da água, desde o bairro do Morumbi, em São Paulo, até Ibiúna.

Mulheres empreendedoras

“Nosso maior desafio dentro do preconceito foram os homens”, diz Márcia. A franqueada lembra que no início um cliente chegou a mostrar a elas como realizar o trabalho. “O senhor não precisa se preocupar, a gente sabe fazer o serviço”, disse a ele.

Segundo ela, o cliente inicialmente acompanhava todo o serviço, olhando se elas sabiam realmente executá-lo. Hoje, ele tem confiança.

Amor pelo que se faz, fé e persistência são importantes para ambas as franqueadas.

“Tudo isso que passamos significa que todas as mulheres têm que acreditar, ter primeiramente fé, objetivo, e não devemos baixar a cabeça. Devemos seguir em frente e lutar pelos nossos objetivos e isso é muito importante para nós mulheres. Os nossos clientes dizem: Que mulheres guerreiras que vocês são, e isso nos deixa cada dia acreditando mais que tudo que a gente faz com amor dá certo e que devemos seguir em frente e não desistir”, ressalta Cida.

“A gente tem que gostar do que faz. Se fizermos sempre o melhor para as pessoas, teremos sempre o cliente conosco e seguiremos em frente. Eu agradeço a Deus por tudo. Hoje posso dizer que conquistei coisas que desde os treze anos trabalhando não havia tido”, observa Márcia.

Segundo a franqueada TRATABEM, ainda é preciso mostrar, não só para os homens, mas para todo mundo, até para a família, que elas têm capacidade.

“Nós mulheres somos capazes, sim. Sim, nós podemos. E nós estamos mostrando isso em diversas áreas. Por exemplo, vi numa loja de materiais de construção duas mulheres operando empilhadeiras. Nós estamos no mesmo patamar dos homens e o conhecimento ninguém arranca da gente. Hoje eu sou totalmente independente. Se precisar fazer um furo na parede, eu faço, montar um guarda-roupa, eu monto. Essa frase: ‘Você não vai conseguir’, é como um combustível”, afirma.

TRATABEM foi criada em 2012 pela iGUi com o objetivo de formar profissionais credenciados, treinados e especializados no tratamento de água, através de cursos específicos realizados na própria iGUi e com todo suporte da marca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *