República Dominicana apresenta o sucesso das ações de combate a pandemia

Durante webinar promovido pelo Ministério de Turismo, o destino mostrou aos operadores de turismo do mundo todo como obteve êxito na contenção da pandemia

Em um webinar organizado pelo Ministério de Turismo da República Dominicana, em parceria com a Associação de Hotéis e Turismo da República Dominicana (ASONAHORES), o destino caribenho exibiu todas as medidas tomadas pelo governo para controlar efetivamente a pandemia de coronavírus, que tornaram a República Dominicana um caso de sucesso em âmbito regional.

Apresentado pelo Dr. Amado Báez, diretor executivo do Comitê Presidencial para Emergência e Gestão Sanitária, o objetivo da apresentação foi demonstrar as ações implantadas e incentivar os operadores de turismo a retomarem o início da comercialização do destino aos viajantes.

“O sucesso da resposta dominicana ao coronavírus reside em três fatores fundamentais: a integração público-privada nas medidas implementadas, o desenvolvimento estratégico e operacional em âmbito local e a implantação inteligente de soluções tecnológicas”, comentou Báez.

O profissional é especialista em saúde pública, emergencial e intensiva e, como assessor presidencial em temas de saúde, coordena as ações de prevenção, tratamento e seguimento do coronavírus.

Durante o webinar, o diretor executivo mencionou que o Modelo de Valor Público em Crise, que capitaliza sinergias público-privadas do setor de saúde e outros, realizou os primeiros testes na província de Duarte, a 140 quilômetros da capital, Santo Domingo. No início da pandemia, o local registrava a mais alta taxa de contágio e mortalidade.

Após 14 dias da execução do modelo, no entanto, a epidemiologia começou a mudar e, hoje, Duarte será a primeira província da República Dominicana livre do coronavírus.

“Para aqueles que estão considerando visitar a República Dominicana, eu diria que os sacrifícios que enfrentamos demonstram a seriedade com a qual o governo e o povo assumiram a contenção do vírus; e o resultado que vemos é um controle epidemiológico, o achatamento da curva e a segurança para todos os que nos visitam. Nosso sistema de saúde está perfeitamente preparado para atender qualquer eventualidade durante a viagem, relacionada ao coronavírus ou não”, acrescenta Francisco Javier García, Ministro do Turismo.

O sistema de saúde dominicano tem demonstrado sua capacidade para enfrentar o Covid-19, já que a utilização de plataformas tecnológicas e de informação evitam a sua saturação e funcionam com uma excelente resposta aos cidadãos.

Além disso, por meio do Centro de Fusão de Inteligência Epidemiológica são geradas soluções que integram modelos matemáticos e inteligência artificial em processos que vão desde avaliações epidemiológicas e relatórios de testes até alocações de recursos de capacidade hospitalar.

Mulher asiática usando álcool gel desinfetante para as mãos lavar a mão antes de abrir o laptop para proteger o coronavírus. mulheres pressionam o álcool para limpar a higiene quando o distanciamento social fica em casa e o tempo de quarentena Foto gratuita

Para isso, foi fundamental a utilização de recursos tecnológicos, como plataformas de dashboard com modelos preditivos que permitiam o mapeamento preciso usando inteligência artificial, incluindo com geoposicionamento, permitindo assim entender como avançava a pandemia em cada uma das áreas do país e conter a propagação do vírus.

Também foi desenvolvido o aplicativo COVID-RD, que permite visualizar dados sobre o vírus no país, informar sintomas e conhecer em tempo real os boletins do Ministério de Saúde Pública.

Este app foi integrado a um sistema de rastreamento de contatos criado pelo Instituto Massachusetts de Tecnologia (MIT, da sigla em inglês), que possibilita fazer uma implantação rápida e inteligente de recursos e prevenção adequada.

Sendo assim, os turistas que desembarcarem no destino serão convidados a baixarem o app, que funcionará como um passaporte em que, por meio de um QR Code, o visitante poderá relatar sua condição e ter acesso a uma série de serviços e informação. Esta solução opcional fortalece a segurança aos viajantes e contribui para uma experiência mais tranquila.

“Como indústria hoteleira, nossa prioridade sempre foi o bem-estar daqueles que nos visitam, e continuamos reforçando nossas medidas de segurança sanitária em preparação para a reabertura ao turismo internacional a partir do próximo 1º de julho, a fim de oferecer maior tranquilidade aos visitantes”, informou Paola Ranieri, presidente da ASONAHORES.

O webinar contou ainda com a participação dos representantes da Mayo Clinic, instituição que colabora com a República Dominicana em relação a processos de qualidade e certificações em diferentes áreas, além de Maribel Rodriguez, vice-presidente do Senior del World Travel & Tourism Council, que destacou a importância das ações de controle sanitário.

A República Dominicana é um destino muito especial e exclusivo, reconhecido mundialmente pelas atrações inusitadas, pela rica cultura, confortos e pelo clima perfeito durante todo o ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *