Saiba quais são as peças curingas que tornam seu armário mais versátil

Quem nunca comprou uma peça de roupa por impulso e acabou se arrependendo por não saber como e onde usá-la?

As peças-chave são grandes aliadas para evitar esse tipo de problema porque, além de combinar com praticamente tudo, elas também se adaptam a diferentes ocasiões e ambientes, rendendo combinações diferenciadas.

“Um guarda-roupas inteligente é um grande aliado de quem consome moda. Ele evita um investimento desnecessário em peças que serão pouco (ou nunca) usadas, permite combinações simples e combina com todos os estilos e ambientes.

Pensar no consumo dessa forma proporciona uma moda mais consciente, propondo peças duráveis e uma mistura perfeita entre o que é essencial, atemporal e o que carrega mais informação de moda”, explica Patrícia Calixto, Gerente de Produto e Marca da Malwee.

Os motivos para priorizar essas peças são diversos, mas o principal deles é montar um armário mais versátil. É importante investir em peças-chave de qualidade que vão durar por bastante tempo e podem ser usadas em todas as estações. Confira abaixo cinco sugestões:

1 –

Uma peça que combina com tudo! As jaquetas em jeans podem ser usadas com calça de moletom e tênis, com vestido e coturno, com calça jeans e gola alta ou até mesmo com short jeans e papete nas meias estações.

As mais comuns são feitas no tom clássico do jeans e podem ser usadas o ano todo, principalmente em combinações descontraídas.

2 –

Um item super versátil e que transita com estilo por ocasiões variadas. É a peça perfeita para quem quer ir do trabalho a um encontro com os amigos sem a preocupação de mudar o look.

Combina com calças de alfaiataria, saias, shorts e bermudas, inclusive em um look total jeans. Além disso, quando usada com tênis, cria uma produção super informal e comfy. 

3 –

Apesar de nunca ter saído de moda, o vestido preto foi repaginado. Ele já surgiu em diversos comprimentos e tecidos, incluindo o paetê e o veludo.

Agora ele aparece no comprimento midi e em tecidos mais confortáveis, como o moletom e a malha canelada, que se adequam facilmente ao corpo e não apertam. Podem ser usados com tênis branco, coturno, sobretudo e jaquetas oversized.

4 – Calça de alfaiataria

Quase um novo jeans! A calça de alfaiataria tem sido muito vista porque combina com absolutamente tudo: tênis, coturno, sandália, papete, t-shirt divertida, blusa de gola alta, regata, body, moletom e por aí vai.

Além disso, ela é mais um exemplo de peça que transita facilmente entre diversos ambientes e ocasiões, justamente por ter essa versatilidade e permitir combinações tão simples e distintas ao mesmo tempo.

5 – Blazer estruturado

Se engana quem pensa que o blazer só funciona em ambientes profissionais. As possibilidades de combinações com essa peça são diversas e vão desde o vestido soltinho com papete em dias mais quentes, até a calça jeans com coturno quando o tempo está mais frio.

Além das tonalidades mais clássicas e sóbrias como preto, cinza e marrom, essa peça tem sido muito usada também em cores mais divertidas, como o amarelo, verde e vermelho para combinações mais descontraídas e casuais.

Propor um consumo mais consciente através de um guarda-roupas inteligente faz parte do novo posicionamento da Malwee, Moda Sem Ponto Final.

Uma moda mais versátil, atemporal, produzida de forma mais sustentável e com peças de alta qualidade, que duram por muito mais tempo e podem ser usadas por várias estações. 

A nova coleção da marca, Invernos, é composta por peças confortáveis e duráveis que podem ser usadas em diversas ocasiões. “São vestidos midi de malha texturizada, moletons, blazers, saias, peças em jeans e calças que compõem um guarda-roupa mais versátil e inteligente para quem quer consumir moda com propósito”, explica Patrícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *