Transforme sua casa e seu trabalho em um ambiente emagrecedor

Nutricionista e criadora do método “Magra para Sempre” mostra como emagrecer de um jeito mais leve adotando medidas simples e eficientes

Emagrecer não é um processo fácil, mas atitudes e mudanças simples na rotina podem tornar o caminho mais leve.

A nutricionista e autora do método e do livro best seller “Magra pra Sempre”, Karina Peloi, ensina 7 passos para começar seu , sem efeito sanfona e sem penalizar seu corpo.

Transforme sua casa em ambientes que te ajudem a emagrecer

“A primeira coisa é retirar os alimentos sobre os quais você não tem muito controle.

O exemplo mais comum, geralmente, são os doces. Diga-me: por que você vai ficar ‘brigando’ com os doces? É muito mais fácil não ter doces em casa. Não compre e, principalmente, quando as pessoas te oferecerem, não aceite.

Eu brinco: se a pessoa te der um doce, você se vinga e devolve para ela. É imprescindível que você não tenha à mão, pelo menos no início, alimentos que irão atrapalhar seu processo de emagrecimento”, orienta Karina.

“Escape” das armadilhas do seu trabalho

“Se na gaveta do seu trabalho você tem balinhas, chocolates, biscoitinhos, alimentos que você sabe que não irão te ajudar no processo de emagrecimento, é hora de fazer um ‘limpa’ nessas gavetas.

Você também não irá mais participar daquelas ‘cotinhas’ de fim de tarde para comprar salgadinhos e refrigerante.

Para isso, leve seus lanchinhos e não caia na tentação de comer alimentos que não estão te ajudando no processo de ter uma vida mais saudável”, ensina a nutricionista.

Negocie com as pessoas que moram com você

“Seus filhos gostam de bolachas, chocolates, salgadinhos, doces em geral? É importante entender que, se esses produtos não são saudáveis para você, eles também não deveriam fazer parte da rotina alimentar das crianças. Mas elas gostam.

Então, neste caso, abra uma negociação com seus filhos sobre a quantidade de produtos industrializados que serão comprados e a frequência com que eles poderão ser consumidos.

Talvez com o seu marido essa negociação seja mais difícil, mas é possível. Combinem que esses alimentos deverão ficar num lugar onde você não tenha acesso e compre em menor quantidade.”

Faça as escolhas certas

“Pegue papel e caneta, abra seu armário e anote os alimentos que você sabe que podem te gerar compulsão ou mesmo que te façam perder a mão, aqueles que não são saudáveis.

Você pode decidir que quando eles acabarem você não irá comprar mais ou até mesmo doar esses produtos”, indica Karina.

Tenha alimentos saudáveis

“Ao ir ao supermercado, à feira ou ao hortifrúti, você irá optar por alimentos saudáveis.

E é preciso ter a consciência de que você terá de cozinhar, porque emagrecer não é difícil, é trabalhoso. Para facilitar, é possível fazer um planejamento para a semana, preparando as refeições para cada dia.”

Não se importe com o que os outros irão falar

“Você está em um processo de mudança, as outras pessoas não. Pense sempre nisso: quem está mudando os hábitos alimentares e quem está em processo de emagrecimento é você.

E não adianta ficar frustrada, porque elas não estão nessa com você. As pessoas irão te criticar e até boicotar seu processo a fim de testar para saber até onde você vai”, afirma a especialista.

Tenha uma conversa séria e decidida

“Tenha uma conversa definitiva com aqueles que são importantes em sua vida, mostrando que você está falando muito sério, e explique como se sente por estar acima do peso.

Fazendo isso, você tira essa pessoa da posição de sabotadora do seu processo de emagrecimento para trazê-la como auxiliar”, finaliza Karina.

Por Karina Peloi , coach comportamental especialista em emagrecimento feminino Karina Peloi já mudou a vida de mais de 15 mil mulheres com seu método de emagrecimento “Magra para sempre”, um curso totalmente online. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *